É possível que irmãos tenham diferentes estimativas étnicas?

Marc McDermott

É possível que irmãos tenham diferentes estimativas étnicas?

Não é surpresa que quando irmãos fazem teste de DNA, seus resultados sejam geralmente parecidos. O que é surpreendente para muitas pessoas, porém, é como dois irmãos (não gêmeos) com exatamente os mesmos pais e ancestrais podem receber resultados étnicos diferentes. Afinal, antepassados idênticos devem fornecer estimativas de etnia idênticas, certo?

Bem, não é assim tão simples. Na verdade, é bastante comum que irmãos tenham diferentes estimativas de etnia. Existem vários fatores que podem afetar a etnia genealógica. Vamos dar uma olhada nesses fatores aqui.

Genética Humana Básica

Para entender os testes de DNA genealógico, você deve entender um pouco sobre a genética humana. Não vamos nos aprofundar muito na ciência da genética, mas há alguns princípios básicos que você precisa saber.

Cromossomo

O DNA é dividido em grandes pedaços chamados cromossomos. Os seres humanos têm 23 pares de cromossomos. A maioria dos testes de DNA genealógico, como o feito com o MyHeritage DNA, é um teste autossômico. Isso significa que investiga os primeiros 22 pares de cromossomos, os autossomos. O 23º par de cromossomos são os cromossomos sexuais, que determinam se você nascerá homem ou mulher. Outros testes de DNA (Y-DNA, mtDNA) analisam outras partes do DNA. Mas o teste autossômico de DNA, no entanto, é usado para determinar estimativas de etnia.

Gene

Cada cromossomo é dividido em pequenos pedaços chamados genes. Cada cromossomo possui centenas ou mesmo milhares de genes. Esses genes dizem ao nosso corpo como crescer e operar. Entre muitas outras coisas, eles são responsáveis pela cor do cabelo, cor dos olhos, pele, tendência a ser magro ou não, o formato do rosto – e até mesmo se preferimos alimentos salgados ou doces. São também esses genes que ajudam a determinar sua herança étnica. Certas variações nos genes são comuns em certas áreas, mas raras em outras. Alguns são encontrados apenas em grupos étnicos específicos. As estimativas de etnia dependem desses genes como indicadores de onde seus antepassados moravam.

Confusão genética

Seu DNA diz muito sobre quem eram seus antepassados e onde eles moravam. No entanto, devido à maneira como os genes são transmitidos de pais para filhos, as coisas ficam um pouco confusas. Cada um de nós tem 22 pares de cromossomos autossômicos, mas esses pares não são idênticos. Nossas células reprodutivas pegam pedaços de cada um desses cromossomos para formar uma nova e única configuração. A nova cadeia de DNA é muito semelhante à antiga, mas não é idêntica.

É por isso que irmãos, que compartilham a maioria dos mesmos genes, tendem a se parecer. Mas, a menos que sejam gêmeos idênticos, sempre há algumas diferenças em seu código genético.

Isso significa que também pode haver algumas diferenças em sua estimativa de etnia. Vejamos um exemplo de como isso pode acontecer.

Exemplo de herança de DNA

Toda pessoa tem 22 pontos que são usados para representar os autossomos, ou os primeiros 22 pares de cromossomos. As crianças recebem metade de seus pontos de cada um dos pais.

Neste exemplo, começamos com algumas combinações básicas de etnia. Este modelo simples demonstra o quão diferentes as estimativas de etnia podem ser para irmãos.

À primeira vista, você pode pensar que se seu avô paterno for 50% irlandês e 50% escocês e sua avó paterna for 100% italiana, seu pai seria 25% irlandês, 25% escocês e 50% italiano – mas isso é não necessariamente verdade.

Na ilustração, a avó paterna só pode transmitir genes italianos, portanto metade dos genes do pai são italianos (50%). Mas o avô paterno pode transmitir genes irlandeses ou escoceses, e nem sempre será exatamente metade de cada um. Nesse caso, mais genes irlandeses foram transmitidos do que os escoceses.

Olhe para o lado materno e você verá a mesma coisa. Mais genes irlandeses foram passados que os italianos. A cada geração que passa, há outra chance de um número aleatório de genes de cada etnia ser transmitido. Mesmo depois de apenas duas gerações, os dois irmãos têm algumas grandes diferenças genéticas.

Em média, os irmãos compartilham cerca de 50% de seu DNA entre si, mas alguns compartilham mais e outros compartilham menos. Isso ocorre porque, embora todos recebamos 50% do nosso DNA de cada um de nossos pais, os segmentos com os quais terminamos são completamente aleatórios.

Estimativas de etnia

Então, se o DNA de todos é único (exceto gêmeos, trigêmeos, etc.), como conseguimos determinar a etnia de alguém? A resposta são polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs). Em termos simples, esses são realmente pequenos pedaços de DNA que são um pouco diferentes dependendo da sua ancestralidade.

O DNA sofre mutações ao longo do tempo. Normalmente, o DNA faz cópias exatas de si mesmo, mas às vezes há um pequeno erro, como mudar uma única letra em uma página de texto. Se essa mutação for transmitida, com o tempo ela aparecerá em mais e mais descendentes.

As pessoas não se mudavam tanto no passado em comparação aos dias de hoje, e geralmente se casavam dentro de seu próprio grupo étnico ou religioso; portanto, esses SNPs se acumularam com o tempo. Em alguns casos, eles são totalmente únicos. Se o seu DNA contém um SNP que aparece apenas nos egípcios, é provável que você tenha um ancestral egípcio.

Os testes realizados através do MyHeritage DNA examinam milhões desses pequenos pedaços de código genético e os comparam com bancos de dados de amostra para criar sua estimativa de etnia. Quanto mais SNPs você tiver que correspondem a um determinado grupo étnico, maior será sua estimativa de etnia para esse grupo.

Mas lembre-se de que o DNA se mistura a cada geração. Se você herdar muitos SNPs associados a um grupo específico, receberá uma alta porcentagem de etnia para esse grupo. Se seu irmão herdou menos SNPs para esse grupo, ele receberá uma porcentagem menor.

Além disso, cada empresa de teste de DNA usa um método diferente para calcular a etnia. Isso significa que, se você testar com mais de uma empresa, mesmo que seu DNA não mude, seus resultados de estimativa de etnia podem mudar.

Encontrando Parentes

Uma consequência interessante disso é que você e seus irmãos também podem mostrar correspondências relativas diferentes. Depois que seu DNA é testado com o MyHeritage DNA, seus resultados são comparados com todos os outros no banco de dados para ver se algum deles é parente. Isso dá a você a oportunidade de procurar parentes vivos distantes e compartilhar pesquisas e histórias de família.

Como seu DNA não é exatamente igual ao de seus irmãos, os parentes com quem você se relaciona também não serão exatamente os mesmos. No exemplo acima, é mais provável que o filho encontre correspondências com genes irlandeses e italianos fortes, enquanto a filha encontrará mais parentes alemães e escoceses. Isso afeta principalmente parentes mais distantes. Apesar de suas diferenças, é quase certo que o filho e a filha encontrarão o mesmo conjunto de parentes próximos (primos de primeiro a terceiro grau).

URL is copied to your clipboard.