URL is copied to your clipboard.

Herança basca: quem são os bascos?

Herança basca: quem são os bascos?

MyHeritage oferece algumas coleções de registros históricos valiosos que giram em torno da herança basca: registros de casamentos, batizados e óbitos da diocese de Vitória, registros paroquiais católicos da diocese de Bilbao e casamentos, batizados e óbitos de Navarra.

Mas quem são os bascos, afinal? Se esses registros estão localizados na Espanha, por que os nomes nas coleções contêm sons não típicos da língua espanhola?

As origens antigas dos bascos

O povo basco pode ser a cultura mais antiga não só da Espanha, mas também da Europa. Pensa-se que descendem de agricultores neolíticos muito antes da invasão romana da Península Ibérica, e mantiveram a sua língua, identidade e cultura distintas, em grande parte devido ao seu isolamento geográfico – a área em que vivem é um terreno montanhoso e acidentado.

A língua basca é de particular interesse para os lingüistas por ser tão única. O idioma não tem relação com qualquer outro idioma na terra, incluindo todos aqueles na família de línguas indo-europeias. Os historiadores acreditam que seja descendente do Aquitani, uma língua antiga falada na região por volta de 200 a.C. Isso a tornaria a língua mais antiga da Europa. Infelizmente, apenas cerca de 28% dos bascos modernos ainda o falam, por razões que exploraremos mais tarde.

Geografia basca

Quando falamos do País Basco, é importante distinguir entre os territórios históricos onde viveu o povo basco e a comunidade autônoma na Espanha moderna, muitas vezes chamada de “País Basco”.

O povo basco vivia em uma região que se estende entre o atual norte da Espanha e o sul da França. Continha 7 províncias históricas. Apenas 3 dessas províncias (Araba, Bizkaia e Gipuzkoa) estão incluídas na moderna Comunidade Autônoma Basca, que é uma das 17 comunidades autônomas da Espanha moderna. Outra das 17 comunidades autônomas é Navarra, que também é uma província basca histórica. Navarra era na verdade um reino basco na Idade Média, mas foi assimilado por Castela em 1515, juntando-se ao que viria a se tornar uma Espanha unificada.

Uma história de opressão

Infelizmente, viver como uma minoria na Espanha nem sempre foi fácil para os bascos. Embora desfrutassem de autonomia sob Castela, seu governo autônomo foi abolido em 1839, e isso deu início a um movimento entre os bascos para lutar pela autonomia e independência. Após a Guerra Civil Espanhola, sob a ditadura de Franco, a cultura e a língua bascas foram duramente reprimidas. É provável que uma combinação dessa repressão e assimilação com as populações de língua espanhola e francesa ao seu redor tenha levado ao perigo da língua basca. Hoje, esforços combinados levaram a um renascimento, e o número de falantes do basco está aumentando.

A histórica capital basca de Guernica é, infelizmente, mais conhecida como uma das vítimas mais devastadoras da Guerra Civil Espanhola, imortalizada na famosa pintura de Picasso que descreve o evento. Devido ao seu significado cultural para os bascos e ao fato de ser um símbolo da identidade basca, o general Franco deu a seus aliados – Hitler e Mussolini – a chance de experimentar uma nova tática de guerra em Guernica dois anos antes de iniciarem a Segunda Guerra Mundial. Em 26 de abril de 1937, aviões alemães e italianos bombardearam a cidade implacavelmente, reduzindo-a a escombros e deixando milhares de vítimas. Picasso – um nativo de Málaga, no sul da Espanha, que passou a maior parte de sua vida adulta na França – pintou Guernicapara contar a história do bombardeio. É considerada uma das obras de arte mais importantes que retratam a natureza horrível da guerra.

Cultura basca

Os bascos são cristãos católicos há séculos, mas seus festivais e crenças têm raízes nas antigas religiões pagãs de seus ancestrais. Eles têm uma forte história de dança e música folclórica, tocados em instrumentos tradicionais como o txistu e xirula (tipos de flautas) e a trikixa (uma espécie de acordeão).

Devido ao terreno montanhoso, a agricultura era relativamente difícil, e os bascos prosperaram principalmente com a colheita nas dramáticas costas do Atlântico que fazem fronteira com suas terras. Daí nasceu uma rica cultura marítima e uma cozinha tradicional que incorpora muito marisco. O bacalhau salgado, em particular, é um alimento cultural importante.

Também existe um esporte tradicional basco chamado jai alai, um jogo rápido que envolve quicar uma bola dura contra uma parede com um instrumento de vime curvo.

Pesquisando ancestrais bascos

Existe um sobrenome basco em sua árvore genealógica? Você conhece alguma raiz ancestral na região? Confira as coleções de registros históricos de MyHeritage da Comunidade Autônoma Basca e de Navarra:

Espanha, Diocese de Vitória, Índice de Casamentos, 1559-1899

Espanha, Diocese de Vitória, Índice de Batismos, 1535–1903

Espanha, Diocese de Vitória, Índice de Óbitos, 1573–1904

Espanha, Diocese de Bilbao, Registros Paroquiais Católicos, 1501-1900

Espanha, Navarra, Índice de Casamentos, 1577–1940

Espanha, Navarra, Índice de Batismos, 1559–1910

Espanha, Navarra, Índice de Óbitos, 1592–1986

 

URL is copied to your clipboard.